sábado, 29 de maio de 2010

PLATINUM HYDROWHEY "OPTIMUM NUTRITION"

Hydrowhey Platinum é a mais rápida, mais pura, mais avançado de proteína de soro de leite que a OPTIMUM NUTRITION já desenvolveu!

"Ao hidrolisar a proteína nessa fórmula premium criamos nossa proteína de soro de leite mais rápido de ação ainda. Hidrolisar proteínas maior quebra em pedaços menores que são capazes de entrar em seu sistema rapidamente, permitindo que os seus músculos para começar a reconstruir rapidamente. Para a eficácia acrescentou, nós também reforçada esta fórmula revolucionária com as enzimas digestivas e micronizada aminoácidos de cadeia ramificada (BCAAs). Além de ser rápido, Platinum Hydrowhey também é ultra-pura. Isso porque ele é feito inteiramente com a proteína de soro de leite hidrolisado isolados. Portanto, não há excesso de gordura, colesterol, lactose ou retardar o seu progresso."


Saiba mais em: platinumhydrowhey.com




Além do Básico
-Feitos Com avançada Hydrolyzed Whey Protein Isolados para uma entrega mais rápida
-30 gramas da proteína Ultra-puro por dose
-Cerca de 9 gramas de leucina, isoleucina e valina (BCAAs)
-Sem lactose, colesterol ou açúcar
-Contém enzimas digestivas para a utilização reforçada
-Instantaneo para misturar facilmente com uma colher

VENDAS: (27) 3264-3547

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Fitoterápicos americanos têm metais pesados

Por The New York Times
26 de maio de 2010

Praticamente todos os suplementos dietéticos fitoterápicos testados por uma investigação do Congresso dos Estados Unidos contêm grandes quantidades de chumbo e outros elementos nocivos e alguns vendedores desses produtos fazem propaganda ilegal de seus efeitos, entre os quais a cura do câncer e outras doenças. Os níveis de metais pesados – incluindo mercúrio, cádmio e arsênico – não excedem limites considerados perigosos, de acordo com os pesquisadores. No entanto, 16 de 40 suplementos testados contêm resíduos de pesticidas que ultrapassam os limites legais. Em alguns casos, o governo não fixou o limite dos agrotóxicos por falta de pesquisas científicas.
Os investigadores identificaram pelo menos nove produtos que aparentemente fazem propaganda ilegal, incluindo um, com ginkgo biloba na fórmula, cujo rótulo sugere seu uso para tratamento de Alzheimer. Outro, com ginseng, é anunciado como tratamento para prevenir diabetes e câncer. Eles também encontraram um vendedor de uma loja especializada anunciando um suplemento à base de alho como substituto de medicamentos para hipertensão. Qualquer produto que afirme tratar, curar, prevenir ou mitigar doenças é considerado medicamento e precisa se submeter a rigorosos testes regulatórios.
O relatório, preparado pelo Escritório de Responsabilidade Governamental, foi entregue ao The New York Times e será anunciado numa audiência do Senado nesta quarta-feira. A divulgação acontece duas semanas antes do início das discussões, no Senado americano, sobre um projeto de lei de segurança alimentar que, espera-se, aumente consideravelmente a autoridade do governo sobre os fabricantes.
Mas é incerto o quão rigorosa será a lei, objeto de pressões ferozes da indústria alimentícia. Para funcionários do Congresso familiarizados com o projeto, é pouco provável que a lei tenha dispositivos contra os fabricantes de suplementos. Benjamin Sharfstein, da Food and Drug Administration (FDA, a agência federal responsável pelo controle de alimentos e remédios) disse que não estava preocupado com a segurança dos suplementos revelada pelas investigações. Mas afirmou que a agência anunciou recentemente a retirada do mercado do produto Vita Breath, um suplemento dietético que contém níveis perigosos de chumbo.
Steve Mister, presidente do Conselho para a Nutrição Responsável, associação que reúne representantes da indústria de suplementos dietéticos, afirmou que não estava surpreso com a descoberta de traços de metais pesados em suplementos fitoterápicos, porque eles são encontrados rotineiramente no solo e em plantas. “Não acredito que isso deva preocupar os consumidores”, disse Mister. O senador Herb Kohl, que presidirá a audiência desta quarta-feira, afirmou que, embora a supervisão sobre alimentos tenha melhorado nos últimos anos, “a FDA precisa de autoridade e ferramentas para garantir que os complementos dietéticos são seguros e efetivos, tal como são amplamente percebidos pelos americanos que os usam”.
Entre as testemunhas da audiência estará Tod Cooperman, presidente da ConsumerLab.com, uma empresa que testou 2 mil complementos dietéticos produzidos por mais de 300 fabricantes e descobriu que um em cada quatro tem problemas de qualidade. Segundo o testemunho escrito de Cooperman, os problemas mais comuns são a falta da quantidade adequada dos ingredientes e produtos contaminados por metais pesados. Travis Tygart, executivo chefe da Agência Americana Anti-Doping, escreveu uma carta ao comitê afirmando que alguns atletas foram proibidos de participar de competições internacionais porque usam suplementos que contêm esteróides que não constam nos rótulos dos produtos. Existem milhares de suplementos que contem esteróides e outros ingredientes prejudiciais, segundo ele. “A FDA trabalha na criação de um marco regulatório para permitir um controle eficaz da comercialização desses produtos”, escreveu.
Metade da população adulta americana toma suplementos vitamínicos regularmente, e cerca de um quarto faz uso de suplementos fitoterápicos. As vendas anuais chegam a 25 bilhões de dólares e a popularidade deles cresce com o aumento da oferta de suplementos importados, que contêm drogas ilegais. Em 1994, o Congresso aprovou uma lei que permitia aos fabricantes vender suplementos sem a aprovação da FDA para seus ingredientes ou de suas propriedades. Mas organizações científicas advertiram em repetidas ocasiões, desde então, que a FDA deveria fazer mais para garantir que os complementos são seguros e que as alegações sobre ganhos para a saúde são justificáveis.
Nos últimos anos, a maioria dos fornecedores de suplementos está baseada no exterior, principalmente na China. De fato, praticamente todas as vitaminas C e muitos outros suplementos consumidos nos Estados Unidos têm ingredientes obtidos de plantas chinesas, que quase nunca são inspecionados pela FDA. Por lei, a agência não é obrigada a analisar plantas estrangeiras, tem pouco dinheiro para fazer isso e não vê os fitoterápicos como especialmente perigosos.
Mister afirma que os vendedores de suplementos testam os ingrediente antes, mas admite que tais testes talvez não garantam a qualidade dos produtos. Ele pediu ao Congresso que garanta à FDA mais dinheiro para inspecionar plantas que servem de base a suplementos nacionais e importados. “Creio que teremos mais e mais inspeções”, disse Mister. Ele afirmou que poucas companhias fazem propaganda ilegal dos suplementos, mas que a indústria está tentando coibir tais práticas. “De vez em quando veja comerciais tarde da noite que fazem meu sangue ferver”, disse.
Sharfstein afirmou que a FDA intensificou as medidas contra suplementos que prometem substituir drogas legais, como o Viagra. E que a agência vem tomando medidas contra fabricantes que anunciam qualidades medicinais em seus produtos. “Não queremos que as pessoas pensem que estão se tratando de uma doença com algo que não tem condições de fazer isso”, disse.
O projeto de lei sobre segurança alimentar deve ser discutido no mês que vem pelo Senado. É provável que os fabricantes sejam obrigados a registrar seus produtos anualmente no FDA e que a agência possa retirar produtos considerados perigosos do mercado.

domingo, 23 de maio de 2010

NABBA WORLD 2010 - MALTA

BRASILEIRO NABBA 2010

VIVIANE ROMAGUERA - CAMPEÃ BRASILEIRA 2010
LUIS SANTOS - BAHIA - CAMPEÃO BRASILEIRO OVERALL - 2010

sábado, 22 de maio de 2010

Tribulus Terrestris

Tribulus Terrestris é uma erva trepadeira que cresce em qualquer região com climas moderados e tropicais.

Para que serve ?
O Tribulus Terrestris é uma planta que tem uma história grande na medicina tradicional e vem sendo usada a muito tempo para curar uma variedade de doenças simples e mais sérias.
A medicina tradicional tem usado o Tribulus Terrestris para aumentar os níveis de energia, diminuir os sintomas de depressão, para tratar impotência e infertilidade no homem e mulher, e principalmente pra aumentar a força e o vigor.
Por causa do histórico longo de uso desta planta, o seu uso foi considerado muito seguro, vários atletas usam o Tribulus Terrestris para aumentar os níveis de testosterona no corpo, aumentar a queima de gordura, aumentar a força, massa muscular e a resistência física.
O uso do Tribulus Terrestris pode aumentar os níveis de testosterona através de uma estimulação natural da glande pituitária ,o que promove um aumento da secreção do Hormônio luteinizante o que leva um aumento do níveis de testosterona livre no homem e um aumento de progesterona na mulher.
Em adição a estimulação de LH(Hormônio Luteinizante), o Tribulus pode ser uma cura efetiva para a impotência masculina e feminina, para problemas de pressão alta e colesterol.

Qual dosagem devo utilizar ? Existem efeitos colaterais?
Cada produto contem dosagens diferentes, impossível estabelecer uma universal. Use sempre de acordo com a indicação do rótulo.
O Tribulus Terrestris também tem propriedades diuréticas, então suspenda o uso de outros diuréticos quando utilizar Tribulus.
Uma pesquisa realizada com humanos estabeleceu que Tribulus Terrestris é seguro e livre de qualquer efeito colateral em adultos saudáveis.
O efeito desta substância pode variar de pessoa para pessoa, devido a genética, idade, sexo e diferenças na composição do corpo.
Comunique o seu médico antes de começar usar qualquer tipo de suplemento.

Artigo traduzido do site: http://www.bodybuilding.com/

VENDAS: (27) 3264-3547

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Aproveite o frio para queimar calorias!

Nas academias e em locais ao ar livre apropriados para atividades físicas, a chegada de dias mais frios até parece sinônimo de desânimo.Embora existam pessoas que mantém o ritmo, é fácil perceber o número reduzido de praticantes de atividades físicas nesses locais.Para começar, quando o assunto é exercício durante o inverno, ao contrário do que se imagina, os benefícios para o corpo, saúde e qualidade de vida são os mesmos conquistados em outras épocas como: perda ou manutenção de peso, ganho de massa muscular, definição, melhor oxigenação, maior disposição física e mental, entre outros.
A diferença em tempos mais frios é apenas em relação a alguns cuidados, necessários também no calor, mas que merecem maior atenção.
A musculatura, por exemplo, precisa ser melhor alongada e aquecida. Isso evita ainda mais os riscos de lesões, cãibras e dores musculares. Então, dedique um pouco mais de tempo principalmente aos músculos que serão mais exigidos conforme a atividade e comece devagar até se sentir bem aquecido.
Outra questão é que existe a falsa idéia de que a desidratação não acontece no inverno. Isso é errado! A perda de líquidos é a mesma, porém, o suor pode ser reduzido e, em contrapartida, haver maior eliminação através da urina.
A ausência da sede, que é um importante indicativo, é muito comum durante o frio. Fique atento para não cair nessa armadilha que pode prejudicar tanto a saúde, o desempenho e, como consequência, a sua motivação para continuar os exercícios.
Mantenha a hidratação adequada lembrando que você pode fazer uso de um bom Repositor hidroeletrolítico.
Dos líquidos para a alimentação.
Nesse caso, é bem comum o fato de que no frio comemos mais, temos maior contato com refeições mais calóricas e, para piorar, a propensão a acumular Gordura já que ela, vale dizer, também exerce no organismo o papel da manutenção de temperatura como um isolante térmico natural. Portanto, no inverno, parece que alguns fatores conspiram para o aumento de peso e só isso já é um bom motivo para se manter os exercícios durante esse período. Afinal, ninguém gostaria de perder todos os resultados conquistados e suados durante o verão.
Além disso, alimentação e uso de suplementos de qualidade focados em nutrição esportiva também fortalecem o sistema imunológico. E isso contribui e muito para a prevenção das gripes e resfriados comuns dessa época.
O importante é não desanimar. Se para você a mudança de ambiente, seja fechado ou ao ar livre, não é um problema, mude durante o inverno para se sentir mais motivado. Embora o local não interfira na performance ou resultado, já que o corpo em atividade, produz calor da mesma maneira, esta atitude pode ser um bom motivador.
E, caso você ainda esteja pensando em desanimar, aí vai mais um motivo para continuar exercitando-se e até mesmo começar algum esporte ou atividade agora.
Em dias mais frios, no esforço para se aquecer, o corpo pode queimar mais calorias. Esta vantagem, inclusive, será ainda mais notada por quem está sedentário e começa no inverno a se exercitar. Seja qual for o seu caso, para usufruir desse benefício, prefira os exercícios moderados que irão aquecer o corpo ao poucos e assim, queimar mais calorias
E lembre-se que a avaliação médica é sempre indispensável!

Informações adicionais:
Principalmente ao ar livre, podem ocorrer incômodos relacionados à respiração como ressecamento nasal e até mesmo dores de ouvido que podem ser prevenidas com protetores adequados.
A pele também sofre mas continue usando protetor solar, inclusive labial, com a mesma atenção que em dias quentes.
E ainda, utilize roupas que, embora leves, protejam pernas e braços, não prejudiquem o conforto e os movimentos e fique atento para os choques de temperatura como acordar com o corpo aquecido e imediatamente sair de casa, sobretudo de manhã.
Caso durante o exercício e com o aquecimento gradativo, você for eliminando algumas peças do vestuário, coloca-as novamente assim que parar.
A prática de exercícios físicos e a busca por mais qualidade de vida são importantes em qualquer época mas exigem disciplina e motivação. Anime-se também no frio!


© D.N.A. DESIGN NUTRIÇÃO AVANÇADA

quinta-feira, 13 de maio de 2010

CONFIRA OS LANÇAMENTOS


VENDAS NO ATACADO E VAREJO PARA TODO O NORTE DO ESPIRITO SANTO(27) 3264-3547

quarta-feira, 12 de maio de 2010

FIBO 2010


Considerada a maior feira de fitness e bodybuilding do mundo, a FIBO ocorre no segundo trimestre de todo ano na Alemanha, mais especificamente na cidade de Essen. Neste ano o evento comemorou seus 25 anos de sucesso e a Probiótica seu sexto ano consecutivo como expositora.
O evento neste ano de 2010 foi realizado entre os dias 14 e 17 de abril, contamos com um stand com as imagens de nossos atletas do Gold Team Eduardo Correa e Dennis James e a presença dos mesmos, além da nossa Miss Universe Overall Andrea Carvalho.
A feira funciona nos dois primeiros dias, quinta e sexta para trades ou seja, apenas para distribuidores e revendedores, a Probiótica fez ótimos contatos. No final de semana, sábado e domingo o evento é aberto ao público, são sempre os dias mais lotados, em ambos os dias tivemos apresentações dos nossos atletas no palco da FIBO POWER. A Probiótica mais uma vez fez sucesso, o stand esteve todo o momento bem movimentado, os atletas estavam a disposição para as fotos além dos produtos que estavam a venda no stand! Um dos pontos altos da feira foi a visita de grandes nomes do bodybuilding mundial em nosso stand como Phil Heath, Dexter Jackson, Melvin Anthony e junto com o Dennis James e Eduardo Correa fizeram uma "reuniãozinha de peso".

Por Probiótica E-news

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Brasileira participa de competições de fisiculturismo aos 67 anos

Ela acredita ser a mais velha do mundo a participar de concursos. Mãe de dois filhos e avó, ela treina musculação desde os 59 anos.

Do G1 SP
A autônoma Sônia Moreira Ferraz, de 67 anos, acredita ser a mulher mais velha do mundo a participar de competições de fisiculturismo. Ela se prepara para o próximo desafio, uma disputa entre atletas de todo o país que acontece ainda este mês em São Vicente, a 65 km da capital paulista. Adepta da musculação desde os 59 anos, Sônia pretende derrubar o mito de que existe limite de idade para se dedicar à atividade.
Aos 73 anos, a americana Ernestine Shepherd aparece no Guinness, livro dos recordes, como a fisiculturista mais velha do mundo. A brasileira quer que seus patrocinadores entrem em contato com a organização do livro, porque acredita ser a mais velha a participar de competições. “A Sônia é a única atleta no mundo da idade dela que disputa um campeonato de Figure Fitness. Não existe uma atleta na idade dela competindo. É uma coisa totalmente inédita”, afirma o treinador da atleta, Lincoln Malaszoviski.

A Figure é uma categoria que valoriza o contorno da musculatura, sem exageros. O treinador afirma que, como não há competidoras master (ou acima de 40 anos) na categoria, Sônia acaba disputando com jovens de 20 e 30 anos. Os treinamentos fizeram a autônoma perder cerca de 30 quilos e ficar com 51 quilos distribuídos em 1,49 metro de altura.
Ela começou a treinar aos 59 anos. Foram três anos e meio até estrear, aos 62 anos. “É um trabalho muito sério, uma dedicação muito séria. Tenho vários médicos me acompanhando”, afirma Sônia. Ela pretende escrever uma biografia contando sua história. “Eu quero fazer uma biografia para alertar as pessoas que, em qualquer idade, é possível começar”, afirma. E diz que fazer musculação acaba até com as temidas celulites. “As minhas foram todas embora.”
Mãe de dois filhos e avó de um jovem de 17 anos, Sônia conta que a família sente orgulho dela. “Eles acham maravilhoso. Meu filho, que mora em Campinas, anda com uma revista [em que ela apareceu] embaixo do braço e mostra para todo mundo”, conta. Ela diz que o neto está ansioso para também fazer musculação. “Meu neto falou que daqui a pouco vai estar na academia.”
No começo, o marido estranhou a decisão da autônoma. “Agora ele adora, me apoia em tudo, ajuda em tudo, no que for necessário. Porque ele vê que eu tenho muito boa saúde. Porque não adianta ter boa forma e não ter saúde perfeita”, afirma Sônia. Aos 67 anos, ela conta fazer agachamento com um peso de 110 quilos.
Antes das competições, o treinamento é intenso. Ela faz exercícios das 17h às 18h e entre 22h45 e meia-noite, todos os dias. A alimentação nesse período também é regulada. Ela diz que só se alimenta de batata doce e filé de frango sem sal. Quando acaba o período de concursos, ela passa a treinar uma vez por semana e relaxa – mas só um pouco – na dieta.

quarta-feira, 5 de maio de 2010

terça-feira, 4 de maio de 2010