sábado, 29 de agosto de 2009

DHEA = O Super-hormônio do Antienvelhecimento

O DHEA é a “superestrela dos super-hormônios”, sugere Dr. Wiliam Regelson, oncologista do Medical College of Virginia, em Richmond, no livro Super-Hormônio: O Antídoto Natural contra o Envelhecimento (Editora Record, 1998). Ele alega que o DHEA rejuvenesce praticamente qualquer sistema orgânico, e por isso “melhora o bem-estar, a aparência e o pensamento”.
A glândula supra-renal é responsável pela produção de DHEA. Na verdade, a cascata de hormônio da supra-renal começa com o colesterol, matéria prima para o hormônio cerebral pregnenolona. A pregnenolona é então transformada em DHEA. E o DHEA serve como matéria-prima para a fabricação de todos os outros hormônios importantes secretados pela glândula supra-renal – inclusive o hormônio do estresse cortisol.
O DHEA é o hormônio mais abundante no corpo humano. Mas a produção chega ao seu pico por volta dos vinte e poucos anos. Daí em diante, quanto mais envelhecemos, mais cai o nível de DHEA. Ao 40 anos, o organismo produz metade de DHEA que produzia antes. Aos 65 anos, a produção cai para 10 a 20% da quantidade ideal; aos 80, cai para menos de 5% do nível ideal.

Efeitos Terapêuticos

Memória

Ainda são contraditórios os resultados científicos sobre as influências da DHEA sobre a melhora da memória ou sobre a prevenção do declínio cognitivo. Alguns autores mostram resultados promissores (Markowski 2001; Mathis, 1999), enquanto outros afirmam nulidade ou resultados nada expressivos (Moffat, 2000; Almeida, 2001; Carlson, 1999; Huppert, 2000).


Imunidade
As primeiras pesquisas relacionando os níveis de DHEA foram feitas em pacientes com doenças crônicas, AIDS, sífilis congênita e queimados. Também os pacientes sob cuidados intensivos mostraram baixos níveis desse precursor hormonal, com uma redução significante da relação DHEA/cortisol. As pesquisas nessa área têm sido mais concordantes entre vários autores.
Uma boa parte dos trabalhos conclui que nas doenças graves os níveis de cortisol sobem às custas de outros esteróides, inclusive DHEA. A ação imunoestimulante da DHEA pode ser motivada por bloqueio dos corticóides ou por modulação da síntese das chamadas linfocinas (Morfin, 2000; Christeff, 2000; Clerici, 2000; Padgett, 2000; Cutolo, 2000).


Obesidade
Alguns autores têm pesquisado as relações da DHEA com a obesidade, notadamente com a obesidade que o envelhecimento predispõe. Alguns estudos realizados com camundongos (Richards, 1999), onde foi verificado que a DHEA evitou o desenvolvimento da obesidade. Também em idosos humanos procurou-se estabelecer as relações DHEA/obesidade com resultados muito promissores (Jankowska, 2000).
A DHEA parece ser um agente estimulante da termogênese (geração de calor), fazendo com que o corpo gaste mais energia mobilizando assim as gorduras, ao mesmo tempo em que aumentaria a massa muscular. Também a enzima G6PD, formadora de grande quantidade de radicais livres, é inibida pela DHEA, a qual, atuando como verdadeiro anti-radical livre, protege a integridade celular.


Sistema nervoso
Há anos a DHEA vem sendo relacionada com a melhora da inteligência, cognição e sensibilidade. Os resultados ainda são acanhados, contraditórios mas, não obstante, algo esperançosos.Os presumíveis efeitos antidemenciais ou antienvelhecimento da DHEA ganharam destaque através do livro de Eugene Roberts, Smart Drugs e Nutrients. O termo Smart Drugs ganhou espaço na mídia, mais que nos meios científicos, a partir de linhas de pesquisa estabelecidas nas universidades americanas de Nova Iorque e da Califórnia, onde vários pesquisadores iniciaram estudos sobre como melhorar o desempenho da mente humana. As drogas ou substâncias capazes de melhorar aspectos do desempenho mental, seja na memória, entendimento, concentração, vigília, etc, foram apelidadas Smart Drugs ou, em português, Drogas da Esperteza (Dermival Pansera).Embora alguns estudos mostrem uma relação significativa entre Doença de Alzheimer e baixas concentrações da DHEA (Murialdo, 2000), ainda faltam pesquisas suficientes para recomendar o tratamento com DHEA para a melhoria no estado de ânimo, para o incremento da inteligência ou da cognição, como querem crer alguns pesquisadores mais intrépidos.


Envelhecimento
O cortisol aumentado induz (ou acompanha?) ao envelhecimento cerebral, o declínio imunológico, etc. Esta diminuição pode ser, juntamente com outros fatores, responsável por algumas características da terceira idade, tais como diminuição da capacidade cognitiva e da imunidade.É tão estreita a relação baixa de DHEA/envelhecimento, que este esteróide tem sido utilizado como marcador biológico do envelhecimento, pois níveis baixos são equivalentes a um grau mais avançado de aterosclerose, maior incidência de doença cardiovascular, de tumores malignos, resistência à insulina com propensão a diabetes, declínios cognitivos, doença degenerativa cerebral.Também foram encontrados níveis baixos de DHEA em pacientes com osteoporose, com tumores de mama e em 11 de 13 pacientes com leucemia (Demeter, 1991).Há uma tendência moderna em crer-se que sua aplicação terapêutica tornaria possível uma menor e mais lenta evolução desses processos degenerativos. Com a reposição hormonal, muitos desses sintomas tenderiam a se retardar.


Indicações
O DHEA tem sido indicado nos distúrbios da cognição em geral, na perda de concentração, desinteresse sexual e baixa imunidade. Algumas clínicas geriátricas recomendam esse esteróide na osteoporose, exatamente por ser ele um precursor androgênico e estrogênico.Atualmente os casos de Fadiga Crônica, a par dos outros fatores envolvidos nessa síndrome, tal como as alergias alimentares, candidíase sistêmica, etc, a DHEA propicia melhorias no quadro patológico.Para a Doença de Alzheimer, a DHEA demonstrou ser capaz de proteger os neurônios e de aumentar a sua capacidade de estabelecer contato (axônios). Embora esses efeitos tenham sido observados in vitro, muitos pesquisadores estão utilizando este esteróide para evitar a progressão da doença.

Vendas /informações

(27)3264-3547

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

CONHEÇA UM DOS FAVORITOS PARA O MR. OLYMPIA 2009

KAI GREENE
"Nasci 12 de julho, no Brooklyn, NY. Em seis anos de idade, tornei-me numa enfermaria do estado de Nova York devido a um ambiente familiar problemático. Para os próximos dez anos, eu estaria em estágio de transição que se deslocam de vários lares adotivos de posicionamentos institucionais. Foi neste ambiente que encontrei o treinamento do peso como o meu refúgio.

No fundo da minha alma, que residiu muitos talentos que poucas pessoas tinham conhecimento de mais importante o meu desejo ardente de ser um artista visual. Meus dois mundos acabaria por conhecer e interligar como meu próprio corpo se tornou meu objeto de estudo. Tornei-me o meu modelo de vida própria. Eu usei meu físico próprio para ganhar uma maior compreensão do espaço e do movimento, criando obras de arte que se tornou cada vez mais detalhadas e complexas ao longo do tempo.

Meu crescimento exponencial desenvolvimento e chamou a atenção do meu professor de Inglês 7 ª série. Desde a minha conduta escolar foi muito abaixo das expectativas tolerado pela facilidade que abrigou-me, fui apresentado à idéia de concorrência adolescente. Por causa do meu entusiasmo e desejo de medir meu físico contra os concorrentes da minha idade, musculação se tornou a ferramenta de modificação de comportamento que me impediria de tornar-se uma chamada "estatística".

O início da minha carreira musculação me ajudou a construir a minha confiança e crença na minha capacidade como um concorrente de boa-fé. Passei a maior parte do meu ensino médio que viajam para diferentes shows e tendo títulos adolescente. Depois de levar segunda pela primeira vez na minha carreira concorrência jovem, eu decidi fazer uma pausa para embalar em algum músculo real e re-emergir como uma força como ninguém jamais havia visto.

Foi nessa época que fui apresentado ao que seria a minha casa e Instituto de Educação e competitivo, 5th Avenue Ginásio. Foi neste ginásio pequeno porão no Brooklyn, NY, que eu conheci alguns dos atletas naturais mais impressionantes do mundo tinha a oferecer. Foi aqui que eu iria absorver o conhecimento que me fornecer a munição necessária para destruir os maiores monstros musculação.

Antes do meu aniversário de 19 anos que se tornou profissional com uma organização natural, e manteve a distinção de ser o mais jovem natural bodybuilder profissional no mundo. Meus status profissional permitiu-me tomar minha aspiração competitiva para um palco maior.

Ganhei todos os títulos profissionais que a organização tinha para oferecer. No verão de 1997, eu ajustei minhas vistas na obtenção de reconhecimento profissional com a IFBB. Foi trazido à minha atenção que, para ganhar status profissional que eu teria que primeiro qualificar-se através de sua organização amador chamado NPC.

Minha carreira competitiva com o NPC foi preenchido com sucesso misturado. Como um atleta natural, meu objetivo era vencer o Universo Team e adquirir o estatuto de profissional com o meio IFBB World Amateur Championship. Em 1999, após duas tentativas frustradas, eu ganhei a divisão pesada eo título geral no Universo equipe e foi convidado para competir no Mundial em Bratislava, na Eslováquia.

Reconhecendo que eu havia colocado para fora do quarto dezenas dos melhores competidores do mundo, eu ainda estava desapontado. Eu levei um hiato de quatro anos para reagrupar-se e continuar o trabalho nunca termina em desenvolver o meu físico. Eu estava determinado a tomar meu lugar no ranking pro.

Os negativistas disse que não poderia ser feito, e eu comecei a acreditar neles. Eu fui à escola e focado em desenvolver meu talento como artista, continuando a usar o meu próprio físico como minha ferramenta de aprendizagem artística. Eu continuei a fazer o que sempre me trouxe grande conforto e sensação de estabilidade e coerência; eu treinei e treinei duro, mas não com o propósito de qualquer coisa, mas a minha própria paz de espírito.

Em 2004, ele foi trazido à minha atenção que o NPC Team Universe tornou-se um Pro-Qualifier para o IFBB. Embora tivesse sido afastado do cenário competitivo para cinco anos, me comprometi a mim mesmo que eu voltaria para reclamar o meu título de equipe campeã geral Universo e subir para as fileiras IFBB pro. Como resultado da minha dedicação e vontade de superar a sempre superar as probabilidades de encontro a mim, cheguei em minha casa, em Jacksonville, Flórida para NYC's Tribeca Performing Arts Center para causar danos. Em Agosto de 2004 8, os juízes reconheceram o físico que trabalhou por tantos anos e concedeu-me o campeonato de pesos pesados e global por decisão unânime. Meu dia tinha finalmente chegado. Depois de 16 anos, eu finalmente fez a transição para o profissional IFBB fileiras."

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Empresa americana cria batom que promete emagrecer...

Uma empresa resolveu combater o medo das mulheres de ganhar peso, lançando um batom muito especial.
Lançado nos EUA e considerado um “avanço na redução de gordura”, o Burner Balm promete ajudar as mulheres a controlar o apetite e aumentar a energia. Segundo os fabricantes, o produto contém inibidores de apetite que melhoram o metabolismo, com uma simples passada nos lábios. Os críticos, entretanto, afirmam que o batom milagroso, que custa pouco menos de R$ 10, pouco fará para causar substantiva perda de peso, a menos que seja combinado com mais exercício e menos alimentação.

Segundo o Daily Mail, o Dr. Allan Kurtz, o médico americano por trás do batom, disse que investiu tempo e dinheiro no projeto porque havia uma demanda muito grande dos seus pacientes em busca de ajuda para perder peso.
“As pessoas que têm utilizado relataram perda entre 2 e 4 quilos sem precisar de nenhum outro método. Ele funciona através da supressão do apetite, indo para o organismo através dos lábios. A resposta é muito rápida.”
O bálsamo basicamente contém hoodia, que segundo o Dr. Kurtz é um inibidor natural de apetite e extrato de chá verde, que ajuda no metabolismo - tudo isso misturados numa espécie de graxa feita de manteiga de karité e óleo de cártamo.

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Dicas para diminuir o volume da barriga

· Em primeiro lugar, se estiver acima do peso, deve-se pensar em uma alimentação equilibrada para perder peso e conseqüentemente a gordura localizada;
· As magras também não estão livres de apresentar uma barriguinha; se for o caso, devem manter uma alimentação saudável, evitando gorduras, frituras, doces e refrigerantes, que também provocam barriga. Devem evitar também pratos muito gordurosos, dando preferência às carnes magras e coma legumes, verduras e frutas;
· Se o funcionamento de intestino anda devagar, aumente a ingestão de fibras e água (no mínimo 8 copos por dia);
· Pratique atividade física - além de queimar calorias também refletem em um bom funcionamento do organismo. Devem ser praticados com freqüência associando-se exercícios aeróbicos (para ativar a circulação e gastar calorias) a exercícios localizados (para enrijecer a região abdominal);
· Fracione bem a dieta - O sistema digestivo não consegue processar um grande volume de alimento ingerido de uma só vez. O ideal é fazer refeições pouco volumosas e de baixo valor calórico até 6 vezes ao dia.
· Mastigue devagar - A pessoa que come rápido pode acabar engolindo ar junto com a comida além de prejudicar a digestão. Além disso, o cérebro não registra o sinal de saciedade com tanta rapidez e, assim, você acaba comendo mais.
· Evite os alimentos formadores de gases - refrigerantes, feijão, frituras, pão, queijo e enlatados, carne vermelha, embutidos como lingüiça, presunto, salame e salsicha.
· Evite alimentos gordurosos - a gordura possui uma digestão mais lenta e com isso os alimentos gordurosos acabam permanecendo mais tempo no trato gastrointestinal favorecendo aumento de seu volume.
· Evite o consumo excessivo de sal, exemplos - Pães fermentados ou roscas feitas com sal; pães de preparo rápido ou bolos, feitos c/ fermento em pó, bicarbonato de sódio, sal ou feitos com misturas comerciais; cereais enriquecidos ou de cozimento rápido; cereais secos; bolachas cream cracker, exceto a bolacha água; pipoca salgada; pickles; batatas chips; embutidos( lingüiça, salsicha, paio, presunto cru, mortadela).
· Aumente o consumo de alimentos diuréticos - erva doce, salsão, coentro, berinjela e endivias, alho, limão, noz-moscada, cebola, salsa, hortelã; abacaxi, melancia, maracujá e chá: em especial, chá de salsa: acrescentar algumas folhinhas de salsa à água quente, adoçar ou não com adoçantes. E chás de ervas ( gengibre/ canela / cardamomo: fazer um mix dos ingredientes e acrescentar água que ferveu) ou frutas.
· Atenção ao leite - Se estiver com gases, experimente tirar o leite do cardápio. Muitas pessoas têm intolerância à lactose.
· Atenção a alguns adoçantes - alguns adoçantes são a base de sorbitol que fermenta no organismo provocando gases. Algumas frutas secas como uva passa, damasco, banana e principalmente ameixa seca também possuem em sua composição sorbitol.
· Beba bastante água - Além de diminuir a retenção de líquidos, ajuda na lubrificação do intestino. Por isso, é essencial tomar pelo menos 2 litros por dia. Mas evite líquidos durante as refeições (o suco e a água dilatam as paredes do estômago empurrando a barriga).
· Reserve as preparações mais leves para o jantar: à noite nosso metabolismo está reduzido e portanto também devemos ingerir menos calorias neste período, evite gorduras e carboidratos em excesso nestas refeições.

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Teorias a respeito de cãibras no músculo.

Por Luke Hoffman

Vários mitos se desenvolveram sobre esse assunto. Vamos começar então com os fatos. As cãibras são muito comuns durante exercícios, apesar de mais freqüentes após. Há várias teorias sobre por que elas ocorrem, incluindo baixo açúcar no sangue, desidratação, desequilíbrios de sais após suar e até calor ou frio extremos. Todos esses fatores sozinhos são conhecidos como causadores de cãibras, mas não está claro se algum deles é o responsável pelas cãibras induzidas pelo exercício.

De acordo com a teoria atual das ciências esportivas (como a de 1997), cãibras nos Músculos esqueléticos durante os exercícios acontecem, provavelmente, quando os músculos que são encurtados (por exemplo, um músculo da panturrilha, quando você aponta o dedo do pé) são estimulados repetitivamente. Isso pode acontecer se você estende seu pé, aponta com o dedo do pé e continua a estendê-lo mais para a frente. Você pode, por exemplo, fazer isso ao correr com a ponta dos dedos do pé sem baixá-los ou fazer várias elevações com os dedos do pé sem descer para estender o músculo. O que parece ocorrer é uma fadiga muscular, sendo que o músculo não relaxa direito. Existe um arco reflexo, composto pelo músculo, pelos nervos que carregam sinais para o sistema nervoso central (SNC) e os nervos que carregam sinais do SNC de volta ao músculo, que fica carregando sinais de contração a partir do músculo e para o mesmo. Isso parece levar a uma contração sustentada no músculo, também conhecida como cãibra.

O alongamento (no caso, dobrar o dedo do pé e esticar a panturrilha) é a única coisa que quebra esse arco reflexo e pára a cãibra quando o caso é de indução pelo exercício. Porém, o músculo ainda está fatigado, e o processo da cãibra pode ser reativado facilmente até que o músculo descanse um pouco. O processo de cãibra por fadiga parece acontecer com mais freqüência em músculos que cruzam duas juntas, como o músculo da panturrilha (que cruza o joelho e o tornozelo), já que o músculo é fácil de encurtar e continuar se contraindo.

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Chá Verde X Chá Branco

Chá verde
O chá verde é proveniente das folhas da Camellia sinensis que vão para a secagem logo após a colheita. É rico em catequina, um potente antioxidante que atua de forma benéfica em doenças como diabetes mellitus tipo1, cardiopatias, infecções virais, inflamações em doenças degenerativas e inclusive contra o envelhecimento precoce.1
Já a relação com a perda de peso pode ser demonstrada em vários estudos científicos, mas sempre associados a hábitos de vida saudável. Os estudos mostraram que quando associado a programas de dietas para emagrecimento e exercícios físicos, o chá acelera os resultados, mas o chá por si só não faz milagres.2
A recomendação diária varia entre cinco xícaras a um litro, sendo que o consumo deve ser de, no mínimo, três meses. Por conter cafeína, deve-se consumir o chá até o período da tarde, a fim de evitar transtornos do sono. Pessoas sensíveis à cafeína podem sofrer com dores de cabeça, irritação e mau humor.
Lembre-se: Nunca beba o chá após as refeições, pois a cafeína compete com outros nutrientes, como ferro e vitamina C, prejudicando a absorção destes nutrientes pelo organismo. Por isso, consuma o chá sempre entre as refeições.


Chá Branco
O chá branco também é retirado das folhas Camellia sinensis, mas somente as folhas jovens são utilizadas, é colhido apenas uma vez ao ano antes que as flores desabrochem. Isso faz com que o chá branco tenha um gosto mais doce e suave e com concentrações maiores de antioxidante e cafeína. Portanto, o chá branco tem a vantagem de ser mais concentrado em seus ativos quando comparado ao chá verde, assim seu consumo deve ser reduzido a quatro xícaras por dia, quantidade que equivale aos mesmos benefícios de seis xícaras do chá verde.


1 – HAN, D-W., et al. Effectsof green tea polyphenol on preservation of human saphenous vein. J. Biotechnol. V. 110, p.109-117, 2004.
2 – TOMONORI NAGAO, TADASHI HASE AND ICHIRO TOKIMITSU; A Green Tea Extract High in Catechins Reduces Body Fat and Cardiovascular Risks in Humans; Obesity; 15:1473-1483, 2007.

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Veja se você conhece esses fisiculturistas!!



"Comer fora" : Como fazer a escolha certa!

A finalidade dos serviços de alimentação não é simplesmente oferecer uma comida gostosa, mas também uma comida segura do ponto de vista higiênico-sanitário para que, dessa forma, a refeição servida propicie saúde para quem se alimenta.
As refeições que nos são servidas podem ser classificadas como BOA, APARENTEMENTE BOA ou MÁ.
A refeição BOA é aquela que proporciona saúde, força e disposição. Ela deve fornecer nutrientes necessários para a nutrição do organismo e deve estar livre de contaminação.
A refeição APARENTEMENTE BOA é aquela refeição cuja aparência, aroma e sabor parecem bons, mas CUIDADO ela está contaminada e você não sabe! Esta refeição proporcionará mal estar, indisposição e doença, podendo até mesmo causar a morte do indivíduo.
A refeição MÁ é aquela cuja aparência, aroma e sabor mostram que ela está estragada e imprópia ao consumo; geralmente a pessoa percebe e não chega a comê-la. Seus efeitos para a saúde do homem são tão prejudiciais quanto os efeitos da refeição aparentemente boa.
Mas como conhecer o tipo de refeição que nos está sendo servida quando comemos fora? A refeição APARENTEMENTE BOA torna-se a mais perigosa pois ela "aparentemente" está perfeita e, no entanto, apresenta-se contaminada. Na prática, a "olho nú" não temos como identificá-la, no entanto, existem alguns ítens observáveis que nos darão "pistas" se aquala refeição é confiável ou não.

Alguns ítens que podem ser facilmente observáveis ao se comer fora de casa são:

Higiene do Local
Higiene dos Utensílios (talheres, copos, etc)
Fardamento dos funcionários e higiene pessoal
Observar termomêtros presentes nos balcões de distribuição da comida nos self-services:
Balcão de Saladas (12°C)
Balção Quente (65°C)
Distribuição da comida
Esses são alguns ítens práticos, cuja observação deve ser incorporada aos hábitos das pessoas para que essas façam valer seus direitos de consumidores perante os serviços de alimentação, os quais devem garantir a saúde de sua clientela, servindo-lhe comida de boa qualidade.
Andréa Karla de Lima Alves
Nutricionista
Pesquisadora Associada do NIB/UNICAMP

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

LIPO 6 BLACK O DEMOLIDOR DE GORDURAS!

Nos últimos anos tem havido muitos gordura perda produtos que têm vindo e ido, todos afirmam ser extrema. Agora, com a categoria saturada com os chamados extrema fórmulas, Nutrex queima de gordura leva a um outro nível. Para além do extremo, para além máxima força, para além de qualquer forma de queima de gordura experiência que você já teve, nós lhe trazer lipo-6 BLACK. Lipo-6 é o BLACK meanest, mais forte e cruel queimador de gordura este planeta já viu.


Fomos até o laboratório e cozidos até as mais vicioso mistura de gordura de queima compostos imagináveis. Esta fórmula ímpios está operando em um território nenhum outro queimador de gordura jamais ousou ir. Lipo-6 BLACK ataques de gordura corporal com um instinto assassino formuladas para destruí-lo instantaneamente, sempre que os dois encontram. Bem-vindo ao Underground! Não nos enganemos lipo-6 BLACK é um morto graves queimador de gordura. Se você já atingiu um platô com a sua actual queimador de gordura e está procurando por algo que realmente rejuvenescer o seu regime queimar gordura, você é um grande candidato a lipo-6 BLACK. Lipo-6 BLACK é a um queimador de gordura que se atreve a ir mais longe porque embalagens do tipo de ingredientes que são tão incrivelmente eficaz na queima de gordura corporal que é assustador!


Pontos-chave
• 5-prong Abordagem Annihilate radicalmente a gordura corporal
• 2 para Thyronines Potente Hiper-Activo Fat metabolização
• Contém 3 Formas de yohimbine máxima para Fat-lançamento no Alvo Trouble Areas
• Activa tecido adiposo marrom por Empilhar 3 Heat-Gerando Phenylethylamines
• Gera aumentou significativamente o calor do corpo para Melt Away Fat Depósitos
• Complete Liquid Dispersão de Potencia Máxima

AVISO: não para o uso de fracos. Não devem ser utilizados por qualquer pessoa com idade inferior a 21 ou OS UNDEDICATED E / OU FRACOS-hearted. Se não quiser a experiência UNDERGROUND FAT-destruindo estimulantes, NÃO UTILIZE ESTE PRODUTO.


VENDAS E INFORMAÇÕES:
(27) 3264-3547


terça-feira, 18 de agosto de 2009

Risco de câncer cai à metade com 30 minutos de exercícios ao dia

Universidades finlandesas avaliaram homens de 42 a 61 anos de idade.Trabalho foi publicado no 'British Journal of Sports Medicine'.
Correr, nadar, pedalar ou jogar bola por pelo menos 30 minutos ao dia não só previne o desenvolvimento de doenças cardiovasculares como reduz à metade o risco de câncer, segundo um estudo publicado nesta segunda-feira (27) pelo "British Journal of Sports Medicine".
A pesquisa indica que, quando uma pessoa pratica esportes de média ou alta intensidade, o consumo de oxigênio aumenta e ajuda o corpo a combater diversos tipos de doença, entre elas o câncer.
Pesquisa acompanhou por 17 anos hábitos de mais de 2,5 mil esportistas
Para chegar a essa conclusão, uma equipe de pesquisadores das universidades finlandesas de Kuopio e Oulu acompanhou por quase 17 anos os hábitos de vida de mais de 2,5 mil homens adeptos de práticas esportivas e que tinham de 42 a 61 anos de idade.
Do total dos participantes do estudo, 181 morreram em decorrência de algum tipo de câncer. Os mais frequentes foram de pulmão, próstata, cérebro, na região gastrointestinal e nos nódulos linfáticos.
Ao longo da pesquisa, os cientistas estudaram os hábitos esportivos dos voluntários para determinar, em unidades metabólicas (MET), qual a quantidade de oxigênio consumida durante a prática de exercícios segundo a intensidade do mesmo.
Foi constatado, por exemplo, que a quantidade de oxigênio consumida numa caminhada normal, numa caminhada acelerada e durante o nado é de 4,2 MET, 10,1 MET e 5,4 MET, respectivamente.
Em média, a quantidade de oxigênio consumida por todos os voluntários em seus exercícios era de 4,5 MET. Por dia, eles dedicavam 66 minutos, em média, a atividades físicas. Vinte e sete porcento não dedicavam nem meia hora de seu dia à prática de esportes.
Com esses dados em mãos, os pesquisadores concluíram que um aumento de 1,2 MET na quantidade de oxigênio consumida durante exercícios reduz os riscos de câncer, especialmente de pulmão e na região gastrointestinal.
Durante o trabalho, os cientistas avaliaram outros fatores exógenos, como a idade, o consumo de álcool e tabaco, a alimentação e o índice de massa corpórea de cada um.

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Extremos fisiculturistas

Markus Rühl: Alguns dos maiores ombros da história
Você já deve ter visto as fotos de Rühl pela internet. Bem conhecido pelo seu tamanho incomum e bom humor, o alemão Markus Rühl era um famoso fisiculturista profissional. Ele possui alguns dos maiores ombros entre os fisiculturistas vivos, juntamente com Johnnie O. Jackson e Ronnie Coleman...



Ronnie Coleman: oito vezes Mr. Olympia
Nascido em 1964, Ronnie atualmente também está aposentado, mas antes conquistou oito vezes o título de Mr. Olympia. Ele também detém o recorde de mais vitórias no IFBB como profissional, com 26 vitórias. Embora tenha dedicado sua vida aos músculos, Ronnie graduou-se em contabilidade pela Grambling State University.







Lou Ferrigno: O incrível Hulk
Conhecido por ser um dos rivais de Arnold Schwarzenegger, o ex-Hulk da série de TV, Lou Ferrigno, também foi xerife. Em 1969, ganhou seu primeiro grande título, tornando-se Mr. América e depois de alguns anos venceu o Mr. Olympia. Após várias disputas com o Schwarzenegger, Ferrigno abandonou as competições e foi encarar a carreira de ator..




Johnnie O. Jackson: O fisiculturista notável
Jackson não é um dos mais fortes fisiculturistas, mas, curiosamente ficou conhecido pela espessura e densidade dos seus músculos fazem com que fiquem enrijecidos mesmo sem precisar fazer força. Jackson venceu o Pro 2006 Montreal, entre outros torneios.

domingo, 16 de agosto de 2009

40º CAMPEONATO BRASILEIRO DE MUSCULAÇÃO E FTNESS (FOTOS INEDITAS)








ANIVERSARIO ULTIMATE MEGA PROMOÇÃO

EU JULIANO CARDOSO CHAGAS VENHO COMUNICA A TODOS OS CLIENTES, QUE A PARTIR DO DIA 17/08/09 ATÉ O DIA 21/09/08 A ULTIMATE SUPLEMENTOS ALIMENTARES ESTARA COM UMA MEGA PROMOÇÃO EM COMEMORAÇÃO AO SEU 1° ANIVERSARIO!

TODOS OS SUPLEMENTOS COM ATÉ 30% DE DESCONTO NAS COMPRAS A VISTA ACIMA DE R$ 100,00!

INFO: (27)3264-3547
EM BREVE: 1° FRANQUIA ULTIMATE EM SP
GARANTIMOS O MENOR PREÇO EM SUPLEMENTOS NO NORTE DO ESPIRITO SANTO
TWITTER.COM/JULIANOULTIMATE

sábado, 15 de agosto de 2009

Qual a diferença entre um produto diet e um light?

Cuidado para não levar gato por lebre. No mercado de alimentos atualmente há uma grande proliferação de produtos diet e light, que são palavras inglesas que significam dietético e leve, respectivamente.
Para entender melhor, o Como Tudo Funciona levou em conta o que a Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) determina.
DIET x LIGHT
Produtos diet são aqueles que um componente da forma original é eliminado. Seja um carboidrato, um lipídio, uma proteína ou o sódio, por exemplo. São os produtos voltados para uma dieta, por exemplo, os diabéticos que não podem consumir carboidratos (açúcar) em demasia. Eles normalmente não têm nada do componente que poderia ser adicionado na receita. É o caso das geléias diets que, ao invés do açúcar, mantêm apenas a frutose que ajuda a adocicá-las e é natural da fruta. Um produto diet pode ser indicado para uma dieta de emagrecimento, mas nem sempre é assim. Por exemplo, chocolates dietéticos podem tirar a açúcar, mas usar mais gorduras , deixando-os, na verdade, com um número de calorias maior. Então, o negócio é pesquisar com calma.
Enquanto isso, os produtos light têm uma redução de, no mínimo, 25% de calorias ou de algum componente específico, normalmente carboidratos (açúcares). É normal, que o rótulo explique essa redução. Mais uma vez o negócio é pesquisar com calma. Os produtos light não são indicados para pessoas que apresentam problemas de saúde por não poder ingerir determinado nutriente, mas podem ser uma opção para quem quer perder um pouco do peso. Mas aí, atenção, não vá tomar mais refrigerante do que o normal só porque ele é light. Dessa forma, você vai estar trocando seis por meia dúzia.

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

CONVOCAÇÃO PARA SULAMERICANO 2009 LIMA - PERÚ

CULTURISMO CLASSICO ATÉ 1.75 cm + 4 Kg
JOEL BERNINI GASPAR – SP

CULTURISMO CLASSICO ATÉ 1.80 cm + 6 Kg
ANDRÉ FABIANO DA COSTA – RJ

CULTURISMO CLASSICO MAIS 1.80 cm + 8 Kg
PAULO JOSÉ REZENDE VIEIRA - MG

CULTURISMO SENIOR ATÉ 60 KG
NÃO LEVAREMOS

CULTURISMO SENIOR ATÉ 65 KG
BRUNO RICARDO VIEIRA DA SILVA – GO

CULTURISMO SENIOR ATÉ 70 KG
CARLOS ANDRE SANTOS CARMO - BA

CULTURISMO SENIOR ATÉ 75 KG
PERIVALDO OLIVEIRA DE SOUZA – BA

CULTURISMO SENIOR ATÉ 80 KG
ESEQUIEL ALVES CONCEIÇÃO - SP
ISAQUIEL COSTA BALBI -RJ


CULTURISMO SENIOR ATÉ 85 KG
LUIZ CARLOS PEREIRA SARMENTO– ES

CULTURISMO SENIOR ATÉ 90 KG
CRISTOVÃO SANTIAGO - MT

CULTURISMO SENIOR ATÉ 95 KG
FLAVIANO COELHO - ES

CULTURISMO SENIOR ATÉ 100 KG
FERNANDO MARADONA - MG
BRUNO DIVINO - SP


CULTURISMO SENIOR ACIMA DE 100 KG
NÃO LEVAREMOS

FITNESS COREOGRAFICO ÚNICA
DIANA MONTEIRO – MG

DUPLAS
ISAQUIEL COSTA BALBI – RJ e ANA CRISTINA DE MELLO - SP

JUVENIL CULTURISMO MASCULINO ÚNICA
ACKSON CLERIO CAVALCANTE W. CAVALCANTE - PB

BODY FITNESS ATÉ 1.58 CM
NÃO LEVAREMOS


BODY FITNESS ATÉ 1.63 CM
ANDRESSA VIEIRA - PR
ROSE MARINHO - MG

BODY FITNEES ATÉ 1,68
GILMARA CHAVES MELO - SP
ALINE OLIVEIRA SOUZA - RJ


BODY FITNESS MASTER ACIMA DE 35 ANOS
SONIA TAVARES - RJ

CULTURISMO FEMININO ATÉ 55 KG
ANNE LUISE BECKER - RJ

CULTURISMO ACIMA DE 55 KG
DANUZA RUIZ MARQUES - RJ

CULT. MASCULINO MASTER 40 ANOS 70KG
PAULO SERGIO MOREIRA – MG

CULT. MASCULINO MASTER 40 ANOS 80 KG
EROS SOUZA MELLO – AM

CULT. MASCULINO MASTER 40 ANOS ATÉ 90 KG
JADER JOSÉ CRISTO - ES

CULT. MASCULINO MASTER 40 ANOS ACIMA 90KG
ADILSON MORENO – SP

CULTURISMO MASCULINO ACIMA DE 50 ANOS UNICA
JOSÉ CARLOS DA SILVA - ES

Algumas fotos do 40° CAMPEONATO BRASILEIRO DE MUSCULAÇÃO E FTNESS


Eu e Luiz (FCBB)

Jader Cristo(ES)
CAPEÃO MASTER ATE 90 KILOS
Em breve estarie contando tudo o que aconteceu nos bastidores no Hotel e muito mais...

46 Dicas do Mister Olympia Ronnie Coleman

1º - Use repetições forçadas
Repetições forçadas são um modo de ampliar uma série e de manter a intensidade além do limite. As repetições forçadas são feitas com seu parceiro, quando você chegar ao limite numa série, ajudando a movimentar o peso por duas ou três repetições. Prolongando a série além do limite normal, você otimiza o estresse colocado sobre as fibras musculares e, portanto, sobrecarrega ao máximo os músculos visados. Você deve tentar as repetições forçadas somente na última série de um determinado exercício.
2º - Sobrecarregue o músculo para estimular o crescimento
A chave para criar músculos é forçá-lo a crescer fazendo com que ele responda a uma maior carga de trabalho. Usando o principio da sobrecarga progressiva, você força os músculos a responderem e a adaptarem-se a um trabalho ao qual eles não estão habituados. Eles têm que se adaptar ficando maiores e mais fortes para agüentar a carga.
3º - Predisponha os músculos das partes principais do corpo
Por exemplo, quando for exercitar as coxas, faça três séries de extensão de pernas para cansar os quadris, antes de ir para os exercícios para as coxas. Depois, quando estiver fazendo os exercícios, use um peso mais leve ( o quadríceps já deve estar cansado) do que o que você usou nas extensões. Esses pesos mais leves ajudam a fadigar ao máximo os quadris, sem prejudicar as articulações, tendões, e ligamentos, o que aconteceria se esses órgãos recebessem excesso de pressão.

4º - Teste rotinas curta, para aumentar a eficiência
Rotinas curtas geralmente permite que você trabalhe as partes superior e inferior do corpo em dias alternados. Uma rotina curta possibilita o treinamento em dias seguidos, por que você descansa a parte superior enquanto trabalha a inferior, e vice-versa.

5º - Tente usar o método descanso-pausa
Da mesma forma que foi feito as repetições forçadas, use esse princípio de obtenção de resistência no final de uma série, para estendê-la além do limite. Quando estiver trabalhando em um aparelho, por exemplo, descanse 10 segundos no final de uma série para recuperar resistência, e depois faça outra série antes de outro intervalo de 10 segundos, fazendo em seguida outra série de repetições mais intensas, como "chorinho".
6º - Faça repetiçòes forçadas para aumentar a intensidade
Quando não houver jeito de fazer repetições forçadas, tente repetições parciais para aumentar a intensidade. Depois de chegar ao limite em um exercício, continue levantando o peso o mais alto que puder - se isso significar fazer três quartos de repetições, meia repetição ou um quarto de repetição - para levar seus músculos a darem o máximo.
7º - Use repetições negativas
Repetições negativas são um outro jeito de estender a série além do limite. Para inverter a gravidade - o que se chama "negativa" - comece o exercício, resista ao peso quando ele vai para a fase negativa (descendo) de repetição. Abaixe o peso o mais devagar possível para exercer o maior estresse sobre as fibras musculares que controlam a fase negativa.

8º - Use a fase descendente das séries para manter a intensidade
Séries descendentes são práticas para qualquer exercício, sendo também aplicáveis a exercícios cujas repetições forçadas são ineficazes ou impossíveis de realizar. Ao trabalhar sentado, com halteres, por exemplo, abaixe os halteres até o limite e pegue pesos mais leves para conseguir mais duas ou três repetições. O segredo todo está em manter a intensidade além do ponto do limite.

9º - Use cabos para ter uma tensão constante
Ao trabalhar com halteres, pode ser que você não sinta tensão muscular até chegar perto da metade do movimento de levantamento. Com cabos, a tensão permanece constante durante todo o movimento. Passe a usar cabos para aplicar uma tensão contínua sobre todas as partes do corpo.

10º - Aprenda a enganar
O principio de enganação deve ser usado apenas quando você chegou ao limite, no final de uma série. Quando você não for capaz de completar uma série usando a maneira correta, você pode apelar para o principio da enganação inclinando, de leve, o corpo para frente e, ai, quando você começar o movimento, incline para traz, para que o tórax dê uma forcinha aos braços. Fazendo isso, você prolonga a série e aumenta o estresse muscular. Faça as repetições de "enganação” somente na última série do exercício e apenas por umas duas ou três repetições.
11º - Séries gigantes para arremessos gigantes
Uma série gigante consiste de quatro a seis exercícios para um grupo de músculos, executados rapidamente. Por exemplo, ao trabalhar o peitoral, você pode executar uma série gigante de inclinações, arremessos, vôos ou mergulhos, numa sucessão rápida e com apenas 30 segundos de descanso entre as séries. Esse sistema leva o sangue para a região que esta sendo exigida e aumenta muito a intensidade e o efeito do treinamento.
12º - Programe dias de repouso
Se seus exercícios exigem 100% de esforço - pois esse é o único jeito de progredir você precisa de dias de descanso para recuperação. Se você ficar tempo demais na academia não vai progredir! A não ser que você esteja se preparando para uma competição, seu limite deve ser de quatro dias por semana na academia.
13º - Evite o super treinamento
Não fique teimosamente ignorando os sinais de super treinamento, senão os exercícios passarão a ser contra-producentes. Entre os indícios de supertreinamento temos a perda de apetite, dores nas articulações, atitudes negativas, insônia, irritabilidade, fadiga ou simplesmente, uma sensação geral de apatia. Não tente ignorar essas respostas da natureza. A cura é ficar fora da academia por duas semanas, juntar forças para voltar como um leão.

14º - Escute o que seu corpo tem a dizer
Geralmente os fisiculturistas chegam à academia com a rotina montada na cabeça. Eles ficam tão centrados em seguir a rotina planejada que nem percebem as respostas do corpo. Os ganhos de musculatura e resistência se dão de forma cíclica, não de maneira linear. Há dias em que você não está tão bem. Aceite essa realidade, ao invés de forçar o corpo a realizar o impossível. Não dá para Você conseguir sempre resultados melhores do que os que foram obtidos na sessão anterior. Aceite isso e altere a rotina.

15º - Não faça exercícios sem estar completamente recuperado
Muitos fisiculturistas vão à academia treinar, só por que isso já estava agendado. Se você ainda não estiver recuperado dos exercícios da semana anterior, ou se ainda estiver meio "quebrado” não se obrigue a treinar, quando mais um dia de descanso puder melhor para seu desempenho.

16º - tenha uma boa noite de sono
Fisiculturistas precisam de mais sono do que as pessoas não treinadas. Os exercícios e os pesos têm suas exigências sobre o corpo. O sono ajuda o corpo a recuperar-se melhor do que qualquer outra coisa. Nunca durma menos de oito horas todas as noites, e durma cerca de meia hora extra nos dias de treinamento.

17º -Tire uma soneca de tarde
Sempre que der, tire uma soneca à tarde. Isso pode ser impossível para muita gente por causa do trabalho ou da escola; mas sempre que der, durma um minutinho de cochilos já têm um efeito surpreendente na recuperação do organismo.
18º - Tire uma semana de férias
De vez em quando o corpo precisa de uma aliviada dos treinamentos. Tirando uma semana de folga a cada seis ou oito semanas você irá ter um alivio mental e físico das exigências do treinamento. Os músculos crescem durante 1 período de recuperação " off" , não durante o treinamento.

19º - Coma para ganhar volume
Muitos fisiculturistas - até mesmo profissionais - são grandes ganhadores. Aprenderam a sobrepujar sua predisposição genética alimentando-se para ganhar volume. Comer algumas calorias extras em cada refeição irá acrescentar no final do dia. O fisiculturista que come um pouco além de estar satisfeito é aquele que está dando ao corpo as calorias extras para o crescimento.

20º - Consuma a proteína adequada
Quem faz a modelagem física precisa comer proteína de qualidade. Sem proteína você, simplesmente, deixa de dar ao organismo o principal recurso para a construção de músculos. Consuma, pelo menos, 2 gramas de proteína por quilo de peso corporal, diariamente. Shakes protéicos são uma boa fonte de proteína para tomar a qualquer hora.

21º - Coma carboidratos complexos
Muitas vezes, o adepto de modelagem evita carboidratos com medo de criar gordura. A maioria dos amadores ingere excesso de carboidratos, mas come simplesmente açúcar, em lugar de carboidratos complexos e mais benéficos. Dê preferência a alimentos como inhame, aveia, arroz integral e pães de grãos integrais. Esses alimentos, juntamente com as proteínas, são os que mais contribuem para o crescimento dos músculos.
22º - Coma gorduras saudáveis
Como adepto do culturismo, você precisa de gordura para uma produção adequada de hormônio e funcionamento do sistema imunológico, além de uma sensação de bem-estar, inclua, na maioria das refeições, quantidades moderadas de gorduras saudáveis. Entre as melhores fontes estão os óleos de canola, oliva, nozes, amendoins, castanhas e outras sementes, abacate e peixes gordos, como salmão.
23º - Saiba quais são as melhores fontes de proteína para você
As diferenças entre os indivíduos que fazem com que seja impossível criar um regime alimentar que seja o melhor para a construção de músculos.Você tem que saber a quais alimentos seu organismo responde melhor. Alguns Culturistas juram que são as carnes vermelhas, dizendo que se sentem mais fortes quando a ingerem, talvez devido ao ferro e creatina que possuem. Outros dão preferência a peixes ou aves, dizendo que têm problemas para ingerir carne vermelha. Escolha a fonte de proteína com a qual você se dá melhor.

24º - Saibam quais são os melhores carboidratos para você
As respostas individuais aos carboidratos variam mais do que as respostas às fontes de proteína. Certas pessoas sentem-se melhor quando ingerem refeições ricas em carboidratos, transformando amido em energia. Outros se sentem péssimos com o choque de açúcar no sangue que se segue a um pico de insulina. Preste atenção em como seu corpo responde aos carboidratos e use esse conhecimento como guia ao planejar a alimentação.

25º - Evite dietas pobres em gorduras
Uma das piores tendências da alimentação dos culturistas foi a dieta pobre em gorduras Boas gorduras proporcionam muitos benefícios ao organismo. Até mesmo as más gorduras proporcionam uma sensação de saciedade - dai nossa obsessão por chocolate ou sorvetes. Sem gordura você não esta dando ao organismo aquilo que ele precisa para formar músculos. Dê preferência às boas gorduras, mas não exclua completamente as más.

26º - Coma muita fibra
Como regra geral, os alimentos construtores de músculos não contêm tanta fibra como precisamos. A melhor solução e acrescentar alimentos integrais ricos em fibras, como verduras, frutas, legumes. Outra opção é usar um suplemento de fibras. Embora esses produtos não tenham os mesmos nutrientes do alimento integral, eles fornecem as fibras necessárias.

27º - Beba água suficiente
Água é o grande purificador e os culturistas, especialmente, precisam de purificação. Essencialmente, quando maior você for, quanto maior quantidade de alimento você consumir, mais água você precisa. Um atleta de 90 kg precisaria beber, pelo menos, 3,8 litros de água por dia, além de outras bebida.

28º - Evite álcool
Muitos culturistas jovens passam a noite toda numa festa e, mesmo assim, sentem-se bem para exercitarem-se no dia seguinte. Se continuarem a conseguirem ganhos, começam a acreditar que não foram afetados pelo álcool. Pense bem. O álcool é um veneno de difícil processamento pelo organismo. Se você gosta de um agito nos finais de semana, tente ficar algumas semanas sem ir e veja como seu corpo responde muito melhor ao treinamento e à alimentação.

29º - Alimente-se para ficar bem condicionado
Calorias são essências para o crescimento, mas certas calorias irão acelerar o crescimento muscular com mais probabilidade, enquanto outras aumentam o armazenamento de gorduras. Evite excesso de açúcar e calorias de amidos que põem o condicionamento em perigo. Não há necessidade de ingerir 25 kg de gordura para ganhar 5 kg de músculos. Monitorando corretamente sua dieta, você pode manter o condicionamento e ganhar massa muscular.

30º - Evite ficar com fome
Quando você fica faminto você está num estado catabólico potencial - usando o tecido muscular para gerar energia. Quando o açúcar do sangue cai abaixo de um certo nível, o corpo vai a busca de outra fonte de energia e os músculos são mais fáceis de sofrer essa transformação do que as gorduras acumuladas. Saiba que a fome é um aviso de que seus músculos já estão perigando e combata esse perigo com uma refeição balanceada.

31º - Seja rigoroso com sua nutrição depois dos exercícios
Quando você termina os exercícios, seu corpo está desejando recuperação. Nessa fase precisa dar ao corpo açúcares simples para reabastecimento do glicogênio e das proteínas para a construção de músculos. Ingira 30 g de carboidratos e 50 g de proteínas, para 30 minutos de treinamento, quando antes melhor, e continue com uma refeição completa dentro de uma hora.

32º - Dê preferências a alimentos em vez de suplementos.
Melhor; os suplementos não substituem o treinamento.Deixe essa mentalidade de "pílula mágica” para os outros. Culturistas conseguem resultados por meio de trabalho duro e aplicação. Os suplementos fazem parte da equação, mas não substituem o trabalho puxado. Você não progredirá se tomar creatina e não se exercitar. Você nunca queimará a gordura se tomar termogênicos e não fizer exercícios cárdio-respitatórios e não cuidar da dieta.

33º - Evite Alimentos processados
Qual o pior alimento para um culturista? Cem provalvemente isso varia de uma pessoa para outra. De um modo geral, o açúcar e a farinha de trigo processada são muito ruins. Seu consumo pode levar a picos de insulina indesejados, a armazenagem de gordura e, conseqüentemente, irá solapar seus esforços para construir músculos. Evite o máximo possível os alimentos processados.

34º - Permita-se comer alguma guloseima
Culturistas, muitas vezes, podem achar que estarão sabotando seus planos se derem uma saidinha da dieta. Qual a solução? Programe algumas "escapadinhas". Permita-se uma fatia de bolo depois de um bom jantar, ou um hambúrguer no fim de semana, sem ficar com remorso. Na verdade, isso pode até ajudar você em longo prazo. Comendo essas guloseimas com moderação, você vai manter a tranqüilidade e estará agradando seu corpo com uma bem merecida recompensa.

35º - Não fique obcecado com calorias.
Muitos culturistas ficam pesando cada garrafa, calculando cada fração de grama e cada caloria. Em vez de fazer osso, use as dicas internas e externas, como fome, aparência no espelho, testes de gordura e balanças. Esses recursos lhe darão informações muito mais valiosas do que ficar, simplesmente, pesando os alimentos.

36º - Fique de olho nas calorias
Por outro lado, as calorias sempre são importantes. Você não conseguirá aumentar o peso(bom ou mau) a menos que ingira mais calorias do que queima. Tenha uma idéia geral de quantas calorias precisa para manutenção e coma um pouquinho a mais (100 a 200 a mais por dia). Mas não deixe isso atormentar sua vida. Aprenda a fazer uma estimativa em lugar de ficar obcecado.

37º - Planeje e prepare as refeições com antecedência
O tempo pode transformar-se no grande inimigo da alimentação do atleta. Fazer seis refeições por dia consome tempo. O preparo dessas refeições também leva tempo. Aprenda a preparar várias refeições ao mesmo tempo. Encontre alimentos de seu gosto e leve alimento preparado com você. Assim, não ficará a mercê das lanchonetes ou de uma agenda que não lhe dá tempo.

38º - Em restaurantes, alimente-se como um culturista
Quando comer fora não tem que sair automaticamente de sua dieta de fisiculturista. Peça refeições simples dentro das especificações. Dê preferência a pratos de carnes vermelhas magras e peça que não coloquem molhos. Peça verduras e saladas como acompanhamento em lugar de alternativas cheias de gordura ou amido.

39º - Saiba ler rótulos
Um determinado alimento pode ser um bom construtor de músculos, mas isso não significa que ele continuará assim, depois de embalado. Veja, por exemplo, a manteiga de amendoim. Algumas marcas de baixos teores de gordura contem o mesmo número de calorias do que as marcas normais. Para cada caloria de gordura que eles tiram, acrescentam uma caloria de açúcar. Essa é uma péssima troca para os culturistas. Aprenda a ler os rótulos para saber exatamente o que esta comprando.

40º - aprenda a fazer trocas
Os alimentos ideais para sua dieta nem sempre estão à mão. Muitos fisiculturistas ficam estressados quando se vêem forçados a ingerir alimentos inadequados a suas dietas ou, simplesmente, não comer. Por incrível que pareça, esse estresse faz mais mal à sua cabeça do que o alimento errado. Tire o maior proveito possível da situação e coma para satisfazer a fome. Depois você retoma a dieta.

41º - Use shakes de proteína
Uma vez que culturistas têm que enfrentar um regime de cinco a sete refeições por dia, os shakes de proteína são inestimáveis. Ao invés de ter que preparar todas as refeições, use shakes de proteína para manter seu nível de calorias e proteínas.

42º - Ingira proteínas antes de ir dormir
Quando você está em treinamento, seu organismo está construindo e reconstruindo tecidos musculares 24 horas pó dia. Consuma uma bebida de proteína ( com carboidratos) antes de deitar, para prover seu organismo com um fluxo estável de aminoácidos com a qual o processo de construção muscular prossegue enquanto você dorme.

43º - Tome glutamina duas vezes por dia
Muitos culturistas tomam glutamina, mas nem todos tomam duas vezes por dia. Os especialistas em nutrição esportiva consideram a glutamina como o suplemento número um para a construção de músculos. Seus efeitos, inicialmente, são sutis, pois ele ajuda a digestão e reforça o sistema imunológico, levando a uma recuperação mais rápida do estresse do treinamento. Tomar esse aminoácido duas vezes por dia - no desjejum e logo depois dos exercícios- reforça esses benefícios.

44º - Tome creatina depois dos exercícios
Pode-se tomar creatina a qualquer hora do dia, mas ela é mais eficaz quando tomada depois do treinamento, com açúcar e proteínas. Nesse ponto, seu organismo está pronto para começar a recuperar tecidos musculares e as reservas de glicogênio. Quando você ingere creatina depois dos exercícios, ela atinge mais depressa as células musculares, realçando o efeito de volumar as células.

45º - Aprenda a programar a creatina
Se você toma creatina diariamente, os receptores do corpo ficam, possivelmente, saturados e o efeito de aumentar as células fica reduzido. Depois de seis semanas, mais ou menos, pare de tomar o suplemento por umas duas ou três semanas. Quando voltar a tomar, o organismo irá responder muito melhor do que se você continuando direto.

46º - Tome um multivitamínico diariamente
Muitas vezes, uma dieta de construção de músculos não proporciona todas as vitaminas e sais minerais necessários, especialmente quando há a tendência de comer poucas frutas e verduras. Os culturistas têm maior necessidade de nutrientes do que as pessoas comuns, portanto, tome diariamente um multivitamínico para certificar-se de que está recebendo os nutrientes necessários para conseguir grandes ganhos.

FONTE - REVISTA FLEX

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

ESTRATÉGIAS ALIMENTARES PARA OTIMIZAR A QUEIMA DE GORDURA CORPORAL

Por Rodolfo Anthero de Noronha Peres – Nutricionista esportivo (CRN8 - 2427)

Geralmente a alimentação do indivíduo, reflete seu estilo de vida. É fácil deduzir que existem grandes diferenças entre a alimentação de uma pessoa gorda e de outra musculosa e com baixo teor de gordura corporal, simplesmente olhando para eles. Entretanto, não será a alimentação de hoje ou de amanhã que surtirá este efeito, mas sim a alimentação contínua através das semanas, meses e anos.
Para conseguir a diminuição da massa adiposa é necessária à existência de balanço energético negativo, condição na qual o gasto energético supera o consumo de energia. Os estoques de energia do organismo são consumidos para sustentar os processos metabólicos, o que leva a perda de peso, frente ao déficit energético. O gasto energético é influenciado por três componentes: taxa metabólica basal; gasto energético com exercício físico; e a energia gasta com o efeito térmico dos alimentos. A taxa metabólica basal depende da idade, sexo, quantidade de massa corporal, freqüência cardíaca e níveis plasmáticos de insulina, sendo influenciada principalmente pela massa magra. Já a energia gasta com a atividade física depende da intensidade e da duração desta, correspondendo ao maior índice sobre o gasto energético humano. O efeito térmico do alimento deve-se principalmente aos processos de digestão, absorção e assimilação de nutrientes, e representa, para uma pessoa ativa, menos de 10% do gasto energético diário.
1. Não subestime seu gasto energético!
Um erro muito comum é ingerir muito menos calorias do que se gasta, ficando com um déficit energético considerável. Esta prática certamente resultará em perda de massa magra. É inteligente não realizar um déficit calórico maior do que 500 – 750 kcal por dia, o que irá resultar em uma redução máxima de gordura corporal em torno de 0,8 – 1,2 kg por semana.

2. Não entre em homeostase!
Outro erro típico, ainda muito observado em dietas para perda de gordura corporal, é a manutenção de uma dieta hipocalórica durante um período muito longo. Esta prática errônea leva nosso organismo a uma redução em seu gasto energético, principalmente por diminuir a termogênese, devido a uma espécie de mecanismo de proteção a vida, herdado de nossos ancestrais, se não fosse isto, em privação de alimentos pereceríamos rapidamente. Em apenas 1 semana, pode ocorrer uma redução em torno de 10 a 15% do gasto energético diário.
Muitos processos fisiológicos operam nessa redução da atividade metabólica, tais como: diminuição da atividade do sistema nervoso simpático; mudanças periféricas no metabolismo tireoidiano; redução na secreção de insulina; mudanças na secreção de glucagon e hormônio do crescimento (GH). No entanto, muitos atletas e indivíduos que desejam queimar gordura, há alguns anos vêm se beneficiando de uma estratégia um tanto quanto saborosa para obter resultado. Estas pessoas comem tudo o que quiserem em um dia da semana, inclusive doces, bolos e sorvetes, no famoso “Dia do Lixo”, quando estrategicamente adiciona-se de 1.000 a 2.000 calorias provenientes de qualquer fonte de carboidratos.
Um dos grandes vilões da maioria dos programas de redução da gordura corporal, são os famosos beliscos. O gordo todo santo dia belisca algum docinho ou salgadinho que não estava em sua dieta, mas em sua concepção isto não lhe trará nenhum problema, afinal, é só um! Porém, o que ocorre é que nosso amigo gordo não consegue ter grandes resultados, pois seus beliscos vêm tornando-se cada vez mais freqüentes. Nestes casos bem típicos, o mais comum é por a culpa na coitada da tireóide, na academia ou no nutricionista. Portanto, ao invés de se fazer uma dieta duas semanas de forma ininterrupta e na terceira semana abandonar todo o trabalho por causa da lasanha ao molho branco da avó, o mais prudente seria colocar regras nisto.
Porém, deve-se ter precaução para não tornar essa prática obsessiva. Já nos deparamos com casos de indivíduos que ficam programando as compras no supermercado a semana toda e quando chega o tão esperado “Dia do Lixo”, este come desesperadamente até passar grande parte de seu dia no banheiro!
Muitos ainda especulam que após o dia do lixo, observa-se um aumento significativo em seu peso corporal, achando inclusive que toda a semana de dieta foi perdida. Porém, a maior parte deste peso é composto por água, que provavelmente está ligada ao aumento dos estoques de carboidratos do organismo. Além disso, se a alimentação do dia foi rica em sódio, seus estoques de água também aumentariam. Retornando à dieta no dia seguinte, esta retenção hídrica será eliminada rapidamente. Outra questão a ser discutida é o fato de que em uma dieta hipocalórica, ocorre certa adaptação gástrica, ou seja, o apetite reduz consideravelmente, o que dificulta uma ingestão alimentar muito excessiva.

3. Procure manter a dieta o mais simples possível!
Por experiência, todo programa que lhe exigir muito trabalho, com receitas complicadas, por exemplo, tenderá a fracassar. Procure variar nos temperos naturais e formas de preparo, mas sempre mantendo uma base com uma variedade não muito grande de alimentos. Também nunca se esqueça de se alimentar a cada 2.5 – 3 horas. O ótimo fracionamento alimentar é uma das principais medidas para se manter o metabolismo sempre ativo.

4. Mantenha um bom balanceamento de todos os nutrientes!
O interessante é manter uma ingestão em torno de 30% das calorias ingeridas provenientes de proteínas; em torno de 15% a 20% provenientes dos lipídios e o restante, em torno de 50% a 55%, proveniente dos carboidratos, mas isso irá variar de acordo com a individualidade biológica de cada um.

5. Mantenha a ingestão de proteínas elevada em todas as refeições!
Durante anos, ingestão protéica elevada foi condenada por inúmeros nutricionistas. Hoje já se observa que exceto para pessoas com danos renais ou com uma grande pré-disposição para tal, a ingestão um pouco mais elevada de proteínas não ocasionará tal sobrecarga. É desconsiderável admitir que um animal que esteve adaptado a uma dieta rica em proteínas por mais de um milhão de anos, em apenas 7 mil anos de agricultura ter se tornado um organismo predominantemente dependente de carboidratos para sobreviver. No período paleolítico, estima-se que a dieta possuía entre 3 e 4 vezes a mais proteínas do que a dieta do homem atual. Cremos que uma alimentação repleta de aditivos químicos e conservantes sim é danosa a saúde. Chegamos até aqui em nossa evolução perseverando como a espécie mais bem sucedida no planeta comendo carne, e muita carne! Uma dieta rica em proteínas na fase de definição muscular é fundamental para evitar o catabolismo muscular.

6. Administre a quantidade e o tipo corretos de carboidratos!
Tenha em mente que existem diferentes tipos de carboidratos, a principal fonte de calorias no organismo. Eles podem ser simples e complexos. Quanto mais complexos, mais demoradamente eles “queimam” e mais eficiente e sustentada será a liberação de energia. Já os carboidratos simples liberam energia rapidamente.
Os carboidratos complexos existem em cereais, tubérculos, massas e nos pães, sendo utilizados na refeição que antecede o treino. Deve-se também considerar sempre o índice glicêmico desses alimentos. Esse índice reflete o impacto que determinado tipo de carboidrato exerce sobre a glicose sangüínea. Salvo na refeição imediatamente após o treinamento, deve-se preferir sempre carboidratos de baixo índice glicêmico. Batata-doce, cará, inhame e aveia, por exemplo, são boas opções.

7. Ingira a quantidade correta de gorduras!
As gorduras não são totalmente um mal. Elas perfazem importantes funções fisiológicas, tais como transporte de determinadas vitaminas, estruturação celular, etc. Em uma dieta visando definição muscular, é interessante manter um aporte lipídico com apenas em torno de 1/3 destas provenientes de gorduras saturadas, sendo que os 2/3 resultantes deveriam provir de gorduras monoinsaturadas (azeite de oliva extra virgem, castanhas, nozes, etc) e de gorduras poliinsaturadas (peixes de águas frias e profundas, semente de linhaça).

8. Não subestime as vitaminas e sais minerais!
Muitas vezes observamos uma preocupação enorme de alguns indivíduos com a ingestão de macronutrientes, porém acabam esquecendo-se dos micronutrientes. Além de serem essenciais para o adequado funcionamento do organismo, vale ressaltar que uma deficiência de qualquer um desses micronutrientes, tende a reduzir a eficiência metabólica em utilizar gordura como fonte de energia. Como exemplos, podemos citar as vitaminas do complexo B e o cálcio, que são fundamentais no processo de lipólise. O ideal é obter todos os micronutrientes por meio de uma dieta balanceada e somente caso for observado alguma impossibilidade, seja ela por falta de disponibilidade de alimentos, falta de tempo ou até mesmo restrição alimentar. O correto seria realizar a suplementação isolada de somente os micronutrientes que forem identificados como deficientes.

9. Alimente-se antes e depois do treinamento!
É conveniente realizar uma refeição em torno de 90 minutos antes do treinamento. Esta refeição deveria conter uma quantidade adequada de carboidratos complexos e proteínas, baixa em fibras, frutose e gorduras. Imediatamente após o treinamento, é interessante realizar uma refeição o quanto antes, a fim de auxiliar no processo de recuperação e evitar o catabolismo. A fim de garantir maior praticidade, o uso de suplementos neste caso é bem interessante, visto que além da dificuldade de transporte, observa-se em treinamentos mais intensos, o que é conhecido como anorexia pós-esforço, dificultando o processo alimentar. Neste período recomenda-se o uso de um shake contendo proteínas de rápida absorção (whey protein), além de uma mistura de carboidratos com alto índice glicêmico (dextrose e maltodextrina). Você pode ainda enriquecer esta solução com BCAA'S, glutamina e HMB, dependendo de sua disponibilidade financeira. Após um período de no máximo 60 minutos, é interessante realizar uma refeição contendo uma boa quantidade de proteínas de alto valor biológico, carboidratos complexos, e restrita ao máximo em gorduras. Nesse momento, os níveis sangüíneos do hormônio anabólico insulina encontram-se elevados, o que propicia uma ótima absorção dos nutrientes ingeridos. Isto é muito interessante quanto às proteínas e carboidratos, mas deve-se ter extremo cuidado com a ingestão de gorduras. Porém, quando for realizada uma atividade aeróbica isoladamente, é interessante aguardar 30 minutos após o término da mesma para se alimentar. Ocorre que neste período, o organismo ainda está utilizando predominantemente gordura corporal como fonte de energia.

10. Inclua alimentos funcionais em sua dieta
Atualmente, muito se pesquisa sobre alimentos funcionais, ou seja, aqueles que possuem elementos benéficos à saúde além dos nutrientes básicos de uma alimentação saudável. Podemos citar: vinho tinto, chá verde, molho natural de tomate, alho, oleaginosas, cebola, temperos naturais (manjericão, alecrim, orégano), linhaça e cereais integrais. Vários estudos comprovam que uma dieta contendo a ingestão de soja (proteína isolada) e peixes, apresenta melhores resultados quanto à queima de gordura, quando comparada a uma dieta sem a ingestão desses dois alimentos. Isto parece ser devido à presença adequada de ômega 3 no caso dos peixes; e no caso da soja, observa-se que esta é uma excelente fonte dos aminoácidos arginina e glicina, que são precursores do hormônio glucagon. Este além de ser termogênico, auxilia na oxidação dos ácidos graxos e promove glicogenólise hepática.

terça-feira, 11 de agosto de 2009

40º CAMPEONATO BRASILEIRO DE MUSCULAÇÃO E FTNESS

(Parte I)
Antes de começar a falar do que eu vivenciei em SP, nos dias 7, 8 e 9 de agosto, queria falar um pouco mais da minha tragetoria nesse meu primeiro ano como dono da ULTIMATE SUPLEMENTOS ALIMENTARES e fisiculturista.
Para quem não me conhece:

Meu nome é JULIANO CARDOSO CHAGAS, e sou dono da ULTIMATE SUPLEMENTOS ALIMENTARES localizada na cidade de Linhares - ES.

Nascido em: 23/01/1990

Tudo começou no inicio de 2008 a onde eu decidi me dedicar aos treinos para fisiculturismo e deixar de lado aquela monotonia de treinos para mim ficar somente com um corpo escultural no verão.
Alguns meses depois meu pai me deu um grande presente! Ele juntamente com minha mãe, apostou e confiou em mim e realizou um dos grandes sonhos que eu tinha em minha vida que era abrir uma loja de suplementos alimentares para mim, pois desde os 10 anos de idade sempre me interessei em tudo o que é voltado pra questões que envolvem NUTRIÇÃO...

Nesse tempo de criação Deus colocou em meu caminho o casal Fernando e a Odimara Fantin, criamos uma grande amizade e foi a onde descobri que ele tinha sido fisiculturista.

Surge a ULTIMATE SUPLEMENTOS ALIMENTARES em Linhares, com algumas intrigas e fofocas, logo no inicio pensei em desistir acabar com um sonho que estava apenas começando!!

Foi então que resolvi fazer com que realmente a ULTIMATE se tornasse uma grande loja de suplementos alimentares não em Linhares mais também sendo reconhecida em todo o Espírito Santo.

Decidi PATROCINA alguns atletas da região como o Weber Faustin "Bim" (FISICULTURISTA), e o Anderson "Biscoito" (JIU-JITSU/MMA), isso com apenas 2 meses após a criação da ULTIMATE!




Alguns meses depois comecei a ser realmente conhecido em todo o ES, meu atletas conseguiram grandes resultados como os títulos de Rei da praia 2009 e o Super Figth! Penso que pessoas com algum intuito, em não aceitar o sucesso em menos de um ano, criado por uma pessoa ate então desconhecida e com apenas 19 anos de idade, fizeram de tudo para me prejudicar!

Coloquei na minha KBÇA uma metodologia a ser seguida, a do "não conformismo, pois se os obstáculos estão la então eles tem que ser superados, só assim conseguimos a chave para o sucesso"
Depois que coloquei isso em pratica as vitorias começaram a aparecer:


  • RECALL 2009 - ESPECIALISTA EM SUPLEMENTOS ALIMENTARES

  • 1º DESAFIO ULTIMATE DE ARTES MACIAS


1° DESAFIO ULTIMATE DE ARTES MARCIAIS

Enquanto isso meus treinos continuavam a todo Vapor, comecei a namorar com a Vanessa Lubiana, o Fernando e meu pai Começaram a trabalhar juntos em sociedade e minha cunhada ficou gravida do meu irmão... E a ULTIMATE SUPLEMENTOS ALIMENTARES começou a caminhar com suas próprias pernas.

Conheci muita gente que achava que jamais iria conhecer pessoalmente como:

Jair Gomes, EU e Eduardo Correia

Eu e Eduardo Correia

EM BREVE (II PARTE)